Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

COMO MONTAR UMA SALADA COMPLETA

COMO MONTAR UMA SALADA COMPLETA
5 (100%) 5 votos

?

Dica da Nutricionista Aline Cardoso Amá  CRN: 33582

?Vá além do alface, e desbrave o sabor da rúcula, a chicória, o agrião e a couve, por exemplo.

?Seque bem as folhas cruas que utilizar, de forma a garantir sua crocância.

?Use nozes, castanhas, amendoins etc. para textura e sabor variados, sempre procurando tostar rapidamente as suas “nuts” em uma frigideira quente e sem óleo. Esse recurso libera o sabor e os aromas das nozes e cia; é um detalhe que faz toda a diferença! Essa dica também ajuda a retirar os croûtons de cena.

?Equilibre com frutas secas. Use a doçura de passas, damascos, cranberries e figos para ajudar a amenizar e, ao mesmo tempo, valorizar o amargor de ingredientes como a rúcula e da chicória. Este é um truque excelente para quem tem dificuldades com o sabor amargo.

?Acrescente proteínas aos seu bowl para uma salada reforçada, do tipo “vale uma refeição” : frango desfiado, camarões, peixe, ovo cozido grão de bico, quinua e feijão fradinho são algumas das opções.

?Frutas frescas deixam qualquer salada mais vibrante e também ajudam a equilibrar os sabores mais amargos. Experimente adicionar manga, laranja, morango abacate ou abacaxi às suas preparações.

?Junte carboidratos do bem: arroz e macarrão integral – em quantidades moderadas – podem ajudar a dar “sustança” à salada.

?Lance mão do poder das ervas – preferencialmente frescas. Salsa, cebolinha, coentro e manjericão contribuem para dar sabor e são também riquíssimas em nutrientes.

?Abuse das cores. Procure deixar sua salada bem colorida e bonita, pois a primeira garfada é dada com os olhos.

?Superalimentos, ativar! A salada é uma ótima oportunidade para consumir superalimentos. Goji berry, sementes de linhaça e de chia, por exemplo, podem ser salpicados sobre ela.

 

?Atenção aos molhos.

 

É comum que molhos de salada exagerem na gordura ruim, no açúcar e nos aditivos químicos, por isso, procure fazer o seu próprio molho.

Tempere e/ou acrescente o molho apenas no momento de consumir. Caso contrário, sua salada irá soltar água e murchar.

Os molhos prontos para salada são lotados de conservantes, sódio, geralmente tem açúcar em sua composição! ? ?

Mas o que usar então ?

?Seguem algumas dicas básicas para a criação de molhos para salada:

– 1 parte de ácido (vinho branco, tinto, vinagre, aceto balsâmico, sumo de limão ou laranja)

– 3 partes de gordura (azeite ou óleo – de coco, de gergelim etc.)

– sal e pimenta-do-reino a gosto

A partir dessa regrinha, é possível brincar com os ingredientes e variar os sabores.

Substitua parte do azeite por mostarda, adicione mel, raspas de limão ou de gengibre.

Divirta-se!

 

Elaborado  por  Aline Cardoso Amá : CRN: 33582

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.