Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

OBESIDADE E SONO

OBESIDADE E SONO
Avalie sua postagem

Algum dia vocês já pensaram que a qualidade ou mesmo a privação do sono pode estar ligada á obesidade ?

Segundo pesquisa americana, para cada hora a menos de sono, cresce em 20% a possibilidade de haver aumento do peso .

Os especialistas acreditam que menos de 7 horas habituais de sono pode trazer conseqüências negativas para o corpo e para o cérebro.

Um estudo publicado no “Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics”, o Departamento de Ciências Nutricionais da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, realizou um levantamento em pesquisas realizadas entre 1996 e 2011.

Dados de pacientes que apontavam o consumo de energia, o gasto energético durante o dia, as quantidades de hormônios, como insulina, glicose, cortisona, entre outros, que apontou que 35% dos americanos são obesos e que 28% dormem menos do que seis horas por noite.

Estudos do Instituto de Medicina e do Sono indicam que a privação do sono pode influenciar na atividade metabólica, entre elas, no aumento dos níveis do colesterol sérico (relacionado ao estresse) e na diminuição da capacidade do corpo de produzir glicose, alterando o controle do apetite e diminuindo o gasto energético.

O sono é um importante modulador da função neuroendócrina e do metabolismo da glicose.

Estudos demonstraram que a grelina, um hormônio orexígeno (que promove a fome) está aumentado após a restrição de horas dormidas, enquanto que a leptina, um hormônio anorexígeno (que contribui para a percepção da saciedade), está diminuído.

Além disso, a diminuição de horas de sono pode afetar o gasto energético corporal, uma vez que a leptina é um hormônio que aumenta o gasto energético e, portanto, a diminuição nos níveis de leptina após a privação de sono afetam tanto a ingestão calórica quanto o gasto energético.

 

Elaborado por  Aline Cardoso Amá : CRN: 33582

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.